[Brasileiros] Conheça os atletas Brasileiros que jogarão no College nesta temporada

Com a temporada no college basketball muito próxima de começar, a equipe do LiveCollege já está com grandes expectativas. Não é a toa que no site já haja várias previsões de conferências, faltando apenas duas para fecharmos a serie. Você pode ter acesso a todos os previews com podcasts clicando aqui.

Além dos tradicionais “previews“, nesta semana vamos apontar quem são os melhores atletas universitários e porque você deve ficar de olho neles. Nesta pequena série, você já conheceu os melhores SENIORS (veteranos), os melhores FRESHMAN (calouros), os melhores SOPHOMORES (segundo anistas), os melhores JUNIORS (terceiro anistas) e os melhores ESTRANGEIROS. Agora, traremos os melhores jogadores brasileiros do College para a temporada 2017-18. Viva o ufanismo!

Confira e deixe seu comentário!

Túlio da Silva – South Florida

Posição: Ala-pivô/Pivô
Altura: 2.00m
Peso: 93kg

Nascido em Minas Gerais, Túlio da Silva foi redshirt na temporada 2015-16 e isso serviu de base para ter um bom ano de calouro na temporada passada (2016/17). O pivô foi um dos líderes do tumultuado time de South Florida. O técnico Orlando Antigua foi demitido no meio da temporada por se envolver em escândalos. Nesta temporada, os principais jogadores se transferiram para outras universidades e isso deve abrir espaço para o brasileiro. Túlio se caracteriza, principalmente, por seu jogo no garrafão. Espere muitos double-doubles do brasileiro.

Médias na temporada passada: 9.8 pontos, 6.8 rebotes em 28 minutos por jogo.

Lucas Siewert – Colorado

Posição: Ala-pivô
Altura: 2.08m
Peso: 101kg

De Joinville, Santa Catarina a Boulder, no Colorado. Lucas Siewert talvez seja o brasileiro com maior qualidade jogando na NCAA. Embora tenha tido poucos momentos de brilho em sua temporada de calouro em Colorado, Lucas pode vir a ser um elemento importante do time. Stretch-four, o brasileiro se caracteriza pelo arremesso do perímetro. Precisa melhorar sua defesa. peca na falta de atleticismo. Pode até ser titular da equipe nesta temporada.

Médias na temporada passada: 2.7 pontos (17-46 3PT) e 2.1 rebotes em 11.5 minutos por jogo.

Paulo Cruz – Cal Poly

Posição: Armador/Ala-armador
Altura: 1.93m
Peso: 88kg

Filho de Joaquim Cruz, campeão olímpico em 1984 nos 800 m rasos, Paulo foi walk-on (sem bolsa de estudos) em Arizona na sua primeira temporada e recebeu a bolsa de estudos na temporada passada. Em duas temporadas, o jogador atuou somente 37 minutos somados e não fez nenhum ponto. Com isso, se transferiu para Cal Poly. Paulo é ala-armador e deverá ter mais espaço nos Mustangs, uma das equipes mais fracas da conferência Big West. No entanto, nesta temporada ele será redshirt pelas regras de transferências da NCAA e não poderá atuar por sua nova equipe.

Médias na temporada passada: 0 pontos em 21 minutos totais

Rafael de Souza – Northern Iowa
Rafael de Souza (com os braços cruzados)

Posição: Armador
Altura: 1.85m
Peso: 83kg

Rafael é filho da lenda Maury Pasos, irmão de Marcel de Souza. Nascido em Jundiaí, São Paulo, o jogador atuou por uma Junior College antes de se transferir para Northern Iowa, equipe da conferência Missouri Valley. Na temporada passada, Rafael teve apenas um jogo. O jogador é armador e pode não ter tempo de quadra nesta temporada novamente por causa de problemas acadêmicos. Outro fato interessante na carreira do jogador é o título da LDB*, em 2012, quando atuava pelo Bauru.

*LDB (Liga Brasileira de Desenvolvimento, campeonato desenvolvido pela LNB para jovens das categorias de bases de clubes que disputam ou não o NBB.)

Médias na temporada passada: Dois pontos e duas assistências em 13 minutos totais.

Lázaro Rojas – Fresno State

Posição: Pivô
Altura: 2.10m
Peso: 106kg

Lázaro é outro jogador de garrafão brasileiro. Baiano, o jogador foi redshirt na temporada passada e fará sua estreia nesta temporada. As expectativas para o jovem não são tão grandes, mas se estiver na rotação dos Bulldogs já será um excelente passo. Jogador que deve ser mais usado no futuro.

Médias na temporada passada: não jogou.

Brasileiros atuando em outras divisões do College: Celio Araújo (Calouro em Maine); Victor Bafutto (Calouro em Mercer); Victor Berezutchi (Wisconsin-Superior); Guilherme Guimarães (Hampden-Sydney – 7.0 pontos por jogo); Victor Demetrio (Ohio Valley); Thiago Coinceição (Sage College – 12.0 pontos por jogo); Gabriel Imbuzelro (BYU-Hawaii – 8.0 pontos por jogo); Leandro Amador (Virginia-Wise – 2.0 pontos por jogo); Gabriel Ferreira (Rogers State – 11.5 pontos e 6.0 rebotes por jogo); Julio Cardoso (St Augustine’s College); Dimitri Sousa (Virginia-Wise – 16.0 pontos e 4.0 rebotes por jogo); Lucas Doria (St Edwards’s – 2.7 pontos por jogo); Pedro Lopes (MidAmerica Nazarene University – 5.5 pontos por jogo); Rafael Monteiro (Wisconsin-Superior – 15.3 pontos e 9.0 rebotes por jogo); Fernando Salsamendi (Seton Hill – 8.7 pontos e 4.5 rebotes por jogo); Caio Teixeira (Norwich) e Daniel Pinho (McLennan JC – 6.7 pontos e 4.0 rebotes por jogo)