Conheça os novos calouros de Kentucky para a temporada 2018/19

A universidade do Kentucky teve na temporada passada uma campanha cheia de altos e baixos, principalmente por causa do baixo rendimento dos calouros da equipe que demoraram a encaixar na equipe. Mesmo assim a equipe conseguiu o titulo do torneio conferencional da SEC. No March Madness, a equipe avançou bem até o Sweet Sixteen, onde caiu para a boa universidade de Kansas State.

Com o fim da temporada, os fãs de Kentucky agora se voltam para a classe de calouros da equipe para a próxima temporada, que é mais uma vez brilhante.

Confira no vídeo abaixo, uma análise completa dos novos calouros de Kentucky feita por Rodrigo Lazarini e Italo Vieira.

Keldon Johnson: Ala versátil e Scorer

Vindo da tradicional escola preparatória de Virginia, Oak Hill Academy, Johnson chega como um dos 10 melhores atletas da classe de 2018 e deverá ser um dos, senão o principal jogador de Kentucky nessa próxima temporada

Dotado de muita força e uma capacidade impressionante para pontuar, Johnson tem como característica principal a competitividade e raramente deixa de ser notado pelo adversário, já que chama o jogo pra si o tempo todo. Com grande habilidade para infiltrar no garrafão, Johnson quase sempre consegue absorver o contato físico com adversários e chegar ao cesto. Além do controle de corpo, seu passe está em evolução e poderá ser muito utilizado por Calipari. O arremesso ainda é um ponto de preocupação, mas no geral Johnson será sem dúvidas um jogador de impacto para Kentucky na próxima temporada.

E.J. Montgomery: Ala-pivô versátil

E.J se transformou nos últimos anos em um dos melhores jogadores da posição quatro, melhorando seu arremesso de três pontos e se tornando uma ameaça de qualquer ponto da quadra.

Conhecido por fazer de tudo um pouco, E.J é um excelente reboteiro, graças a sua altura (2,08m), possui um bom trabalho de pés, tem um excelente controle de bola para sua altura, bom passe e uma habilidade incrível para um ala-pivô canhoto. Como sua evolução aconteceu repentinamente nos dois últimos anos de high school, a expectativa é que ele continue melhorando em todas as áreas citadas acima e vá para a NBA após sua provável unica temporada em Kentucky.

Immanuel Quickley: Novo De’Aaron Fox?

Apesar de ter algumas similaridades com o jogo de Fox, Quickley é um armador muito mais cerebral e passador do que o dinâmico Fox.

Com grande QI de basquete, Quickley é muito bom tomando decisões rápidas, se movimentando sem a bola e arremessando. Além desses fundamentos, o novo armador de Kentucky tem uma capacidade defensiva que não é muito encontrada nos guards que vem do high school. Quickley também é conhecido como um armador que costuma jogar muito com o pivô, o que significa que veremos muito pick-and-roll, pick-and-pop e passes para o post alto e post baixo.

Tyler Herro: Ala-armador scorer do perímetro

O que faltou para Kentucky na temporada passada pode sobrar com a chegada de Tyler Herro: Bolas de três pontos. Muito comparado com Devin Booker e Klay Thompson no high school, Herro tem como principal característica na carreira ser um scorer. Em sua última temporada no High School, Herro teve médias superiores a 30 pontos por jogo.

Como o arremesso é sua principal arma ofensiva, Herro evoluiu muito sua mecânica ao longo dos últimos anos, e hoje é quase perfeito na execução. Outra habilidade interessante de Herro é a facilidade para criar seu próprio arremesso, seja saindo do drible ou até mesmo em transição e usando o step back. Além do arremesso, Herro tem um bom passe e um controle de bola razoável, podendo assim executar algumas funções como armador secundário. Outrora comprometido com Wisconsin, Herro é uma baita aquisição de Kentucky.