Valorizem os jovens da família Ball

Não falarei e nem citarei o nome do pai deles, por entender que quanto maior for a vinculação e espaço para ele, mais imbecilidades veremos.

Uma família de talento. Uma família ligada ao basquete. Jogadores qualificados. A Família Ball tem chamado a atenção da mídia americana e, fortemente, dos torcedores e fãs de NBA, College e High School no Brasil. Três irmãos que desde o High School são assunto devido ao seu estilo de jogo e potencial para alçar rumos de sucesso na NBA.

Lonzo Ball, irmão mais velho e com talento já correspondido no College, fez história na NCAA. Liderou UCLA a melhor campanha da Universidade em tempos e ainda quebrou um recorde histórico de assistências da conferência Pac-12 por um calouro (274 — duas assists acima de Jason Kidd). A marra é explicada com talento. O tênis é Big Baller Brand, Nike, Adidas, Under Armour ou qualquer outra marca. A mecânica de arremesso é estranha. Cairá? Parece que não. Splashhh… Lonzo for three. 

Chama a responsabilidades nos momentos mais decisivos, gosta de jogar, de ser visto, de ser aplaudido. Transformou UCLA depois de muitos anos em jogo principal da rede nacional. Lotou o ginásio. Perdeu sim, mas recuperou o brilhantismo dos Bruins. Seu caminho agora é o Lakers, lugar de história riquíssima e que, veja só, também precisa de uma reconstrução, de uma recuperação dos velhos tempos, assim como UCLA. Valorizem Lonzo Ball.

Talvez com maior hype que Lonzo, LaMelo tem números absurdos no High School. Fez jogo com mais de 90 pontos, tem médias altíssimas, arremessa do meio da quadra e faz seu time ser o centro das atenções. A mídia já sabe tudo e segue cada passo do jovem de 16 anos. Talento ele parece ter para ser mais um sucesso da família Ball. LiAngelo, o irmão do meio, chega em UCLA nesta temporada. Não tem a mesma badalação dos outros dois, nem a mesma qualidade. Precisa evoluir. Não deve ser o astro dos Bruins, mas pode ajudar a longo prazo, até mesmo esperando o irmão para jogarem junto na Universidade de Los Angeles.

Lonzo, LaMelo e LiAngelo. Valorizem estes três. Os jovens da Família Ball que merecem o sucesso. O futuro dos três? Imprevisível. A qualidade vai mostrar os próximos passos.